Na pequena Wiesbaden, Osesp se apresenta para cerca de mil pessoas

Desembarcamos novamente em Frankfurt. No dia seguinte a Osesp se apresentaria em Wiesbaden, há 40 minutos dali.

Seguimos para lá de ônibus. A cidade é pequena e muito bonita. O pôr do sol em frente ao teatro encantou um grupo de músicos momentos antes do concerto ter início.

Wiesbaden é a capital do Estado de Hessen e é um dos pontos turístico da região. Oferece diversas atividades culturais durante todo o ano.

Ainda em Frankfurt, recebemos a visita de Günter Klaus, contrabaixista alemão – Klaus foi professor de Max Ebert, contrabaixista da Osesp, e já tocou na Filarmônica de Berlim e na Orquestra do Teatro de Wiesbaden. Ele foi conosco no ônibus, assistiu ao ensaio e ao concerto.

Com solos de Nelson Freire, a Osesp interpretou Momoprecoce – Fantasia para Piano e Orquestra de Villa-Lobos.

Após cada obra do programa e ao final do concerto, o público aplaudiu a orquestra de pé – “isso é difícil de acontecer em Wiesbaden. O público aqui é mais contido” comentaria Günter Klaus após o concerto.

Voltamos para Frankfurt após a apresentação. No dia seguinte iríamos de trem até Amsterdã, na Holanda, para o concerto de encerramento da Turnê no lendário Concertgebouw, onde a Osesp se apresentaria pela primeira vez.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s