Alarme falso de Incêndio, músico sendo cortejado em avião e Ensaio de Nelson Freire

O último dia da Osesp em Toulouse começou cedo e de forma emocionante. A orquestra viajaria para Genebra na manhã seguinte ao concerto no Halle aux Grains e todos deveriam acordar cedo, mas, por um incidente na cozinha do hotel, todos os hóspedes, incluindo músicos, foram acordados de forma nada agradável, às 6h30 da manhã, com o alarme de incêndio tocando no interior de todos os quartos.

Foram cerca de cinco minutos, mas o suficiente para serem criadas algumas das melhores histórias desta viagem. Músicos correndo pelos corredos de pijamas e carregando seus instrumentos, pessoas tentando arrancar os controles do ar condicionado dos quartos achando que podiam ser a razão do alarme, outras paradas na porta dos elevadores sem saber ao certo o que estava acontecendo, pessoas que juravam se tratar de uma artimanha da gerência da orquestra para que ninguém perdesse o horário e, alguns, que sequer saíram dos quartos. Infelizmente, não temos videos ou fotos dessa situação, pois eu mesmo fui um dos que não conseguiu sequer pensar em abrir a porta do quarto.

Abaixo mais três vídeos desta viagem. O primeiro mostra o embarque dos músicos no aeroporto de Toulouse, o segundo mostra o trombonista Alex Tartaglia sendo assediado pelos colegas, logo após ter sido procurado por um funcionário do aeroporto para acertar questões do embarque e, por fim, um trecho do ensaio da Osesp com Nelson Freire e Marin Alsop.

Aeroporto de Toulouse – Embarque Osesp após o alarme falso de incêndio

Alex Tartaglia e o funcionário do aeroporto

 

Osesp ensaia Concerto para Piano de Beethoven, com Nelson Freire, no Victoria Hall, em Genebra

 

 

Anúncios

2 thoughts on “Alarme falso de Incêndio, músico sendo cortejado em avião e Ensaio de Nelson Freire

  1. Sinto que devo agradecer imensamente por este blog. Motivo simples porém tão importante, desta forma nos é possível acompanhar, através dos teus olhos e palavras, o que acontece com nossos músicos, que além de músicos, são maridos, pais, mães, familiares e queridos amigos. Continue postando tantos vídeos quanto lhe for permitido…obrigada, mais um vez.

  2. Imaginei que os nossos músicos tivessem um preparo melhor para enfrentar situações de emergência, especialmente em viagens. Que história é essa de esperar elevador, levar a sacola de cachês ou instrumentos? Jamais.
    Na próxima excursão acho que devem levar um especialista em incêndios e eu me candidato!!
    Cel D’Addio – bombeiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s