Osesp toca em um dos mais importantes palcos da música clássica mundial e encanta o público berlinense.

Se tivermos que pensar em um ápice de toda a turnê, é possível que esse dia tenha sido hoje. O concerto desta segunda-feira, dia 21 de outubro de 2013, aconteceu no Philharmonie, de Berlim – casa da respeitada Orquestra Filarmônica de Berlim. Para a maior parte dos nossos músicos, essa era a primeira experiência neste palco. Alguns poucos já haviam tocado aqui – com orquestras jovens ou orquestras internacionais. Entretanto, como representantes de uma orquestra brasileira, esta era a primeira vez de todos.

O Philharmonie é um espaço curioso. Um prédio moderno, gigantesco, dourado, chamativo, cheio de pontas e contornos. De cada lado que você o veja, verá algo diferente. Não só por fora, mas também por dentro. O Philharmonie é um labirinto. Talvez seja proposital. Talvez ele tenha sido pensado de forma a manter o mistério, a esconder entre suas formas, corredores, escadas e foyers uma parte da sua magia.

ImagemIMG_7006_1 IMG_7015_1 IMG_7205

Dentro da sala de concertos, além do espaço em si, algo mais chamava a atenção de todos. O órgão, que ocupava toda uma lateral do palco, possuía tubos e cornetas pouco convencionais.

IMG_7140_1 IMG_7141_1

Como prova de que o concerto representava algo a mais na história da Osesp, a TV Globo enviou uma equipe da sua sucursal de Genebra, na Suíça, para acompanhar o concerto. A matéria deve ir ao ar na noite de amanhã (terça-feira – dia 22 de outubro), no Jornal das 10, da GloboNews, e, talvez, no Jornal da Globo, também desta terça-feira. A repórter Bianca Rothier acompanhou os bastidores da orquestra e entrevistou regente, solista e os diretores Arthur Nestrovski e Marcelo Lopes.

IMG_7025_1 IMG_7030_1 IMG_7204_1

Como prometido no post anterior (em Linz, na Áustria), segue a foto da última dupla de irmãos que faltava. O oboísta Arcádio Minczuk e o trompista Eduardo Minczuk.

IMG_7027_1

 

E por falar em trompistas, cá está o naipe completo.

IMG_7033_1

 

E quem disse que a produtora Analia Belli não pode ser a próxima responsável por este blog? Produtora e fotógrafa nas horas vagas. (nesta foto, registrando a presença do diretor executivo Marcelo Lopes, que foi trompetista da Osesp por cerca de 25 anos).

IMG_7044_1

 

Há uma tradição nas turnês da Osesp – sejam nacionais ou internacionais: a foto oficial. Antes da existência deste blog (iniciado em 2010), elas já existiam. Normalmente, a foto oficial acontece no último concerto, no último vôo, no último teatro. Desta vez, o momento e o local exigiam que a foto fosse feita ali mesmo. O contrabaixista Jefferson Collacico é o responsável por organizar os colegas (na primeira foto, a nuca é dele).

IMG_7056_1 IMG_7058_1

 

Deixando de lado as emoções, devaneios, realizações, entrevistas etc, ainda é necessário o ensaio. E ele começa com a regente Marin Alsop dizendo a todos: “já estive aqui antes, mas agora é especial. Estar aqui com vocês significa algo mais. Aproveitem esta energia, esta sonoridade, este ambiente e façam o que sabem fazer de melhor”.

IMG_7066_1 IMG_7098_1 IMG_7099_1 IMG_7148_1 IMG_7149_1 IMG_7166_1

 

E quem acha que apenas músicos se emocionam ao pisar em um palco como este, está completamente enganado. Os técnicos responsáveis pela montagem de palco e pela carga dos equipamentos também tiveram seu momento. Da esquerda para a direita: Rodrigo Ferreira, Eric Gomes, Ronald Góes e Paulo Paixão.

IMG_7174_1

 

Tudo pronto. Vamos ao concerto.

IMG_7181_1 IMG_7190_1

 

E nos seus anos de existência, a Osesp vem colecionado amigos ao redor do mundo. Nomes consagrados e nomes que serão destaque no universo da música clássica. Vários deles vivem na Europa e, ao longo desta turnê, puderam prestigiar a Osesp. Depois de Martha Argerich, Gustavo Dudamel e o Embaixador do Brasil na Áustria, pudemos conferir, em Berlim, a presença do flautista Emmanuel Pahud (na foto, ao lado de todo naipe de flautas da Osesp);  da embaixadora do Brasil na Alemanha, Maria Luiza Ribeiro Viotti (ao lado do diretor Marcelo Lopes) e do compositor Kalevi Aho.

IMG_7175_1 IMG_7209_1 IMG_7211_1

 

E daqui partimos para os três últimos concertos desta turnê: Londres, Dublin e Manchester.

 

Anúncios

4 thoughts on “Osesp toca em um dos mais importantes palcos da música clássica mundial e encanta o público berlinense.

  1. É emocionante poder acompanhar o dia a dia dos músicos .. Grande idéia esse blog.
    Estive nessa fantástica sala de música em meados de setembro e fiquei muito orgulhoso só de ver os cartazes que já anunciavam a nossa OSESP. Fico imaginando como deve ter sido de rachar o coração, poder assisti-los alí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s